Skip to main content
 logo
PROTEGO® Corta-chamas

PROTEGO® Corta-chamas

Princípios de funcionamento

Todos os corta-chamas estáticos a seco PROTEGO® baseiam-se no princípio de funcionamento do FLAMEFILTER®.
Vários FLAMEFILTER® formam o conjunto abafador de chamas PROTEGO®, juntamente com os espaçadores e a armação.
O FLAMEFILTER® é feito de fitas de metal corrugado enroladas, formando o elemento corta-chamas.
A largura e o comprimento do espaçamento do elemento corta-chamas determinam a sua capacidade de extinção.
Corta-chamas são dispositivos instalados na abertura de um invólucro ou no tubo de ligação de um sistema de invólucros, cuja função é permitir o fluxo, porém, impedir a propagação da chama.

O Corta-chamas PROTEGO® possui design de fácil manutenção

Esse design evita que os elementos corta-chamas (FLAMEFILTER®) sejam danificados ou desalinhados durante a montagem ou a manutenção.
Estes corta-chamas PROTEGO® são particularmente adequados para aplicações nas quais é necessária uma manutenção mais frequente dos elementos corta-chamas (FLAMEFILTER®), por exemplo, onde polimerização ou cristalização resultam em contaminação pesada, ou para aplicações com grupo de explosividade IIC.
Após a instalação, as unidades PROTEGO® podem ser reequipadas a qualquer momento.


Para informações detalhadas, por favor selecione um produto da nossa gama abaixo.

Filtro de produtos
52 Results

Misturas explosivas podem queimar de várias maneiras. Os seguintes fatores podem influenciar, entre outros, o processo de combustão: a composição química da mistura, possíveis ondas de pressão, a pré-compressão, a forma geométrica da câmara de combustão e a velocidade de propagação da chama.

Dadas as suas composições químicas, gases diferentes têm diferentes capacidades de propagação da chama e são, portanto, classificados em grupos de explosão correspondentes ao seu nível de risco. O critério para isso é o MESG = Maximum Experimental Safe Gap (máximo espaçamento experimental seguro), um valor característico medido em laboratório, que diz respeito à capacidade de propagação da chama do produto.

O MESG, também chamado de Espaçamento Padrão, é a maior abertura (“gap”) entre as duas partes da câmara interior de um dispositivo de teste que, quando a mistura do gás na parte interna inflama, e em condições específicas, impede a ignição da mistura do gás na parte externa, através de uma abertura de 25 mm de comprimento em todas as concentrações do gás testado ou do vapor no ar.

O MESG é uma propriedade da respectiva mistura de gás [EN 1127-1:1997]. NOTA: O dispositivo de teste e os métodos são especificados na IEC 60079-1A. A composição mais explosiva está perto da mistura estequiométrica da mistura de gás/vapor com ar.

 

Explosion groupInterstício máximo experimental seguro (mm)NECSubstâncias de referência para testes de corta-chamas
IIA1*≥ 1,14 Metano
IIA> 0,90DPropano
IIB1≥ 0,85CEtileno
IIB2≥ 0,75CEtileno
IIB3≥ 0,65CEtileno
IIB≥ 0,5BHidrogênio
IIC< 0,5BHidrogênio

 

The table shows the categorization of substances into the respective explosion group according to their MESG (IEC 79-1, EN ISO 16852).

Soluções especiais

Aplicações para DMT

Válvulas e corta-chamas superaquecidos

Aplicações para acetileno

Corta-chamas à prova de detonação - PROTEGO® DA-SB-AC

Aplicações para estireno

Corta-chamas à prova de detonação - PROTEGO® DA-SB-EO

Você está interessado em uma Solução Especial?