AL/DK & AL 200

AL/DK & AL 200

Válvula de haste

Função e descrição

As válvulas de haste PROTEGO® AL/DK e PROTEGO® AL 200 destinam-se à desaeração e ventilação automática de recipientes de teto flutuante, quando o teto flutuante apoia nos suportes e quando ocorre um esvaziamento total ou um reabastecimento do tanque. Através da abertura forçada da válvula controlada pela haste na posição inferior do teto flutuante, é impedido um vácuo inadmissível no esvaziamento total ou uma sobrepressão inadmissível no reabastecimento.

Os dispositivos PROTEGO® AL/DK consistem corpo (1) com uma saia de chapa para a solda no teto flutuante, dois ou quatro bocais de conexão (2) para a instalação das calotas de desaeração e ventilação, da tampa (3), da haste (4) com o obturador da válvula (5) e o tubo de haste (6) bem como o dreno de condensado (7) que, se necessário, deve ser executado à prova de irrupção de chamas. A vedação ocorre através de uma junta plana, que é fixada no obturador da válvula (5). A tampa (3) é vedada através de um cordão de vedação (8).

Os dispositivos PROTEGO® AL 200, de modo geral, consistem corpo (1) com uma saia de chapa para a solda no teto flutuante, bem como na sede da válvula (2), na haste (3) com o obturador da válvula (4) e no tubo da haste (5). A vedação ocorre por meio de uma junta plana (6).

Devido a diferentes alturas da posição inferior do teto flutuante para a posição de operação e de montagem, é necessário indicar as medidas h1 e h2:

h1: Distância entre a borda inferior da saia de chapa (ou do flange de fixação) e o fundo do tanque no estado inferior do teto flutuante (posição de operação com o tanque vazio).

h2: Distância entre a altura do teto flutuante na posição erguida para manutenção e da altura do teto flutuante na posição de operação totalmente abaixada com o tanque vazio.

Se os suportes do teto flutuante são mudados da posição de operação para a posição de manutenção, também é necessário prolongar a haste. A adaptação ocorre por meio da possibilidade de ajuste através do pino de trava, que está protegido por um contrapino.

As válvulas não são à prova de irrupção de chamas.

Devido a uma análise de riscos realizada – referente na escolha de material e função – os dispositivos não apresentam nenhuma fonte de ignição potencial. Portanto, eles são executados livres de fontes de ignição e não se enquadram na área de aplicação da Diretriz Europeia de Proteção contra Explosão 94/9/CE (ATEX 100), mesmo que o uso ocorra em atmosfera potencialmente explosiva.

Tabela de dimensões para AL/DK

NG200 / 8" 200 / 8" 200 / 8"
DN100 / 4"150 / 6"200 / 8"
a350350350
b465465515
c870870870
d450450450
e385385415
f420285370
NG200 / 8" 200 / 8" 200 / 8"
DN100 / 4"150 / 6"200 / 8"
a350350350
b465465515
c870870870
d450450450
e385385415
f420285370

Dimensões em mm

AL/DK & AL 200

Material

CorpoAço
Guia da VálvulaAço
VedaçãoFPM
CorpoAço
Guia da VálvulaAço
VedaçãoFPM

Materiais especiais mediante consulta

AL/DK & AL 200

Dados necessários para a especificação

Produto armazenado
Diâmetro do tanque (m)
Altura do tanque (m)
Altura do suporte h1 (posição de operação com tanque vazio)
Altura do suporte h2 (posição de montagem elevada)
Pressão máxima admissível do tanque pT (mbar)
Potência da bomba (m³/h)

Seleção e Desenho

A determinação da quantidade necessária das válvulas de haste e do diâmetro nominal DN ocorre em função da vazão volumétrica calculada (m³/h), da potência da bomba e da potência térmica na posição inferior do teto flutuante e em função da pressão máxima admissível do tanque pT (mbar) de acordo com o diagrama de vazão volumétrica. São possíveis versões especiais.

As vazões volumétricas e perdas de pressão das calotas de respiro PROTEGO® BE/HR ou PROTEGO® LH/AD devem ser levados em consideração adicionalmente, de acordo com os respectivos diagramas nos folhetos específicos ou manuais de operação.

Se for desejada apenas a desaeração e ventilação podem ser aplicadas as válvulas de haste PROTEGO® AL 200.

Tipo de conexão flangeada

EN 1092-1, forma B1 ou DIN 2501, forma C, PN 16 , a patir DN 200 PN 10
EN ou DIN
ASME B16.5; 150 lbs RFSFASME
EN 1092-1, forma B1 ou DIN 2501, forma C, PN 16 , a patir DN 200 PN 10
EN ou DIN
ASME B16.5; 150 lbs RFSFASME

Outras conexões mediante consulta

AL/DK & AL 200

Diagrama de vazão

Este diagrama de vazão foi determinado em uma bancada de medição de vazão calibrada e certificada pela TÜV. A vazão V em m³/h se refere ao estado técnico padrão de ar, conforme ISO 6358 (20°C, 1bar). Para conversão em outras densidades e temperaturas, veja o cap. 1: Bases técnicas.

AL/DK & AL 200

Exemplos de aplicação para PROTEGO® AL/DK

As válvulas de haste PROTEGO® AL/DK podem ser combinadas com calotas de respiro seguras contra deflagração e combustão contínua do tipo PROTEGO® BE/HR, o que permite a obtenção de uma desaeração e ventilação à prova de irrupção de chamas.


Se não for exigida segurança contra combustão contínua, também é possível uma combinação com dispositivos à prova de deflagração do tipo PROTEGO® LH/AD. Os respectivos folhetos podem ser encontrados no capítulo 2 "Calotas de respiro".


Exemplo de aplicação para PROTEGO®AL 200

PROTEGO® AL 200 para tanques de teto fixo com teto flutuante interno.


AL/DK & AL 200