Norma internacional para corta-chamas – ISO 16852
Em 1° de janeiro de 2011, a EN 12784 foi substituida pela EN 16852 como norma harmonizada sob a diretriz 94/9/EG. A norma ISO 16852 foi assumida como norma européia EN ISO 16852:2010 „Flame arresters - Performance requirements, test methods and limits for use“. Assim sendo, ela substitui a EN 12874 com o mesmo titulo. A substituição não resulta de razões técnicas de segurança, mas sim da ampliação da abrangência de validade da norma para além da Europa. Corta-chamas, que correspondem a EN 12874, portanto, continuam a atender o requisito básico de segurança e saúde da diretriz 94/9/EG.

Atualmente já se trabalha numa revisão da norma; especialmente no teste de válvulas de alta velocidade, uma atualização tornou-se necessária.

Normas para o alívio de pressão e vácuo de tanques de armazenagem – ISO 28300 e API 2000
A norma internacional ISO 28300 e a norma API 2000 na 6ª edição, têm conteúdos idênticos e definem os requisitos para o alívio de pressão e vácuo normal bem como de emergência em tanques de superfície para o armazenamento de petróleo líquido ou derivados líquidos de petróleo bem como em tanques de superfície e subterrâneos com refrigeração, que são projetados para a operação de vácuo completo até 1,034 barg (15 psig). Nesta norma com o título „Petroleum, petrochemical and natural gas industries - Venting of atmospheric and low-pressure storage tanks “ são tratadas as causas de pressão e vácuo, a definição dos requisitos de alívio de pressão e vácuo bem como a seleção e a instalação de dispositivos de alívio de pressão e vácuo e a verificação e a marcação de dispositivos de alívio. Esta norma está prevista para tanques que contêm petróleo ou derivados de petróleo, porém, é também aplicável para tanques com outros líquidos.

Comitê normativo Princípios da técnica de segurança (NASG)
Como comitê abrangente o NASG realiza trabalhos normativos tendo em vista a verificação e aplicação de dispositivos de proteção contra explosão (exceto corta-chamas). A diretriz 94/9/EG é válida para aparelhos e sistemas de proteção destinados ao uso em áreas sujeitas à explosão (diretriz ATEX). Aqui são definidos requisitos básicos de segurança e saúde, que devem ser obedecidos pelo fabricante de tais aparelhos e sistemas. O NASG participa ativamente na elaboração de normas, que concretizam os requisitos básicos em detalhes. A normatização abrange sistemas de suprimento de explosão ou sistemas de proteção para o alívio de pressão e muito mais.

A equipe PROTEGO® está ativa nestes comitês normativos:  

Alemanha

NA 095-02-01 AAExplosionsschutzeinrichtungen (außer Flammendurchschlagsicherungen)
NA 104-02-05 AA

Flammendurchschlagsicherungen und Tanklüftungseinrichtungen

NA 132-02-06 AA  Schiffsarmaturen
NA 104-01-07 AA Tanks aus metallenen Werkstoffen

Inglaterra

BSI - EXL/023 Explosion Protection & Fire Precautions in Industrial & 
Chemical Plant
BSI - EXL/023/01 Flame Arresters – Chair of Flame Arrester Panel

Europa 

CEN TC 305 WG 6  Flame Arresters
CEN TC 265 WG 9  Metallic tanks for the storage of liquids     

EUA 

APIAPI Committee on pressure relieving systems
NFPANFPA Technical Committee on Explosion Protection Systems

China 

HG/T20570-95Application for the use of flame arrester
GB/T20801.6 – 2006Pressure piping code – Industrial piping – Part 6, Safeguarding,
Capital 22: flame arrester
China Standardization Committee on Boilers and Pressure VesselStandard Handbook for industrial valves, Volume 6: Breather Valves
HGApplication Guidance for the use of flame arresters (in process)

International 

ISO TC 21 WG3Flame Arresters
ISO TC 8  SC3Ships and marine technology
ISO TC 67 SC6 WG12Pressure-relieving and depressuring systems
IEC SC 31 M AHG 3Protective Systems